Notícias
by Marcia Oliveira on 17 de julho de 2020

Trump em queda: O que muda para investidores caso Trump perca eleição

Os números de apoiadores de Trump parece estar em queda, pelo menos é o que aponta as principais pesquisas Norte-Americanas. O governador republicano de Maryland, Larry Hogan, que também é presidente da Associação Americana de Governadores, atacou o presidente dos EUA, Donald Trump, em uma intervenção no Washington Post, definindo sua resposta inicial à pandemia “inepta”. Esta definitivamente não foi a última crítica feroz que o atual presidente recebeu, visto que desde o início da pandemia, diversos especialistas criticaram a forma como o presidente tem conduzindo todo o cenário. Aliás, a epidemia parece está contribuindo para o crescimento da imagem ruim do líder.

As manobras de Trump para conquistar mais apoio na reta final de sua campanha

Pesquisas apontam que biden atingiu a maior vantagem em apoio desde o início do ano, conta Donald Trump. Este acontecimento parece já gerar mudanças. O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que substituirá o chefe de sua campanha eleitoral, Brad Parscale, menos de quatro meses após a votação de novembro, de acordo com as pesquisas, o apoio ao candidato democrata Joe Biden está aumentando. Além do mais, como mencionamos, As perspectivas de reeleição do presidente Donald Trump pioraram significativamente após o surto da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos. O presidente disse que ligará para Bill Stepien, um colaborador de longa data, para substituir Parscale.

Muito especula-se que Biden pode levantar preocupações sobre os lucros das empresas, já que o plano tributário do candidato democrata prevê uma revisão parcial dos cortes de impostos de Trump. O plano envolve investimentos de US $ 2 trilhões (US $ 2.000 bilhões) e reúne várias das recomendações recém elaboradas pela Força-Tarefa da Unidade de Biden-Sanders, o grupo de especialistas que tentou fazer uma síntese entre o Green New Deal proposto por Sanders e As idéias mais conservadoras e conservadoras de Biden.  A dúvida agora é se o novo gerenciador irá conseguir reverter os números. Stepien, um ex-diretor político da Casa Branca que foi diretor de campanha nacional de Trump em 2016, foi promovido a vice-diretor da campanha no final de maio. TRump parece querer começar a “atirar” para todos os lados, e isso inclui os latinos.

“Com o início da campanha eleitoral – explica Norman Villamin, CIO Wealth Management da Union Bancaire Privée (UBP) – o presidente Trump deve concentrar sua campanha na recuperação do momento econômico para garantir os votos de seus apoiadores em novembro. Em uma tentativa de conquistar o voto hispânico, Donald Trump e sua filha Ivanka se tornam “defensores” de uma famosa marca de feijão preto enlatado, que acabou na mira da esquerda liberal depois que seus líderes elogiaram o presidente. O presidente está cada vez mais preocupado com as pesquisas que o mostram por trás de Biden. Em particular, de acordo com uma pesquisa do Wall Street Journal e Nbc News, Biden está 11 pontos percentuais à frente.

O que pode mudar para os investidores caso Trump perca a eleição deste ano

Andrew Bates, porta-voz da campanha de Biden, comentou essa mudança dizendo que “quase 140.000 americanos perderam suas vidas e milhões mais perderam seus empregos devido ao fracasso da liderança de Donald Trump. A última vez que o ex-número dois de Obama registrou uma vantagem de dois dígitos foi em maio passado, quando ele se gabou de 11 pontos. Quinnipiac vê Biden em 52% e Trump em 37% por consenso, a maior diferença já detectada. Vale mencionar que graças ao relaxamento das medidas de bloqueio em maio, a economia dos EUA já está testemunhando o mesmo declínio nas atividades que ocorreram no pós-bloqueio na China e na Europa. No entanto, novos surtos em alguns estados-chave representam uma ameaça à recuperação.

De fato, o governo Trump já lançou as fundações com pressões renovadas, embora ainda modestas, sobre o acesso da China a tecnologias avançadas e abriu uma nova frente no acesso de Pequim aos mercados de capitais em dólares. Caso Trump perca, as implicações de uma presidência de Biden provavelmente serão significativas para os investidores. Em um contexto generalista, com uma mudança de partido na Casa Branca, os investidores devem esperar um realinhamento de algumas posições políticas importantes. Biden pode levantar preocupações sobre os lucros das empresas, já que o plano tributário do candidato democrata prevê uma revisão parcial dos cortes de impostos de Trump. O programa Biden também inclui medidas que aumentariam os impostos sobre a renda intangível global com baixa tributação de 10,5% para 21% “.

De acordo com Villamin “Apesar do aumento nos impostos corporativos, espera-se que os déficits orçamentários permaneçam altos, pois o aumento nos impostos corporativos provavelmente será combinado com a infraestrutura e outros programas de gastos para atingir objetivos econômicos e sociais.” Vale mencionar também que a campanha de Biden delineou um programa dedicado à infraestrutura para restaurar um sistema nacional de infraestrutura em colapso, mas com um foco particular em empregos e treinamento relacionados ao setor. A Biden também se comprometeu a tornar o transporte público mais ecológico e eficiente. Embora os déficits orçamentários dos EUA já tenham atingido quase 10% do PIB em meados de 2020, grande parte dessa despesa foi usada para substituir a perda de renda devido ao congelamento da economia de março a maio.

By Marcia Oliveira

More content by Marcia Oliveira

Comments (0 comment(s))